Microsoft lança HoloLens 2 em parceria com a Philips

As empresas colaboram para combinar a plataforma líder de mercado de terapia guiada por imagem Azurion da Philips com a plataforma de computação de realidade mista Microsoft HoloLens 2 como um conceito para a sala de cirurgia do futuro

No MWC Barcelona – um dos maiores eventos móveis do mundo – a Royal Philips, líder global em tecnologia de saúde, revelou hoje um conceito único de realidade mista desenvolvido juntamente com a Microsoft para a sala de cirurgia do futuro. Com base nas tecnologias de ponta da plataforma de terapia guiada por imagens Azurion da Philips e da plataforma de computação holográfica HoloLens 2 da Microsoft, as empresas apresentaram novos aplicativos de realidade aumentada para terapias minimamente invasivas guiadas por imagens.

Em contraste com a cirurgia aberta, as terapias minimamente invasivas requerem apenas uma pequena incisão. Instrumentos dedicados, como cateteres, são inseridos através da incisão e guiados para a área de tratamento, que pode incluir o coração, os vasos sanguíneos, o cérebro, o fígado e outros órgãos principais. Durante procedimentos minimamente invasivos, os médicos não podem ver e tocar diretamente na área de tratamento. Em vez disso, eles contam com tecnologias avançadas de geração de imagens médicas, como imagens de ultra-baixa dose de raios X e ultrassom, bem como outras tecnologias de navegação, para ver o interior do paciente e orientar suas ações. A Philips é uma fornecedora líder de suítes intervencionistas de alta tecnologia e salas de operação híbridas para esses procedimentos.

O conceito de realidade aumentada da Philips e da Microsoft, criado para o HoloLens 2, traz imagens ao vivo e outras fontes de dados vitais atualmente exibidas em grandes telas 2D em um ambiente de realidade aumentada holográfica 3D que pode ser ergonomicamente, fácil e intuitivamente controlado pelo médico. O conceito está sendo usado para reunir mais informações clínicas para apoiar o desenvolvimento de futuras soluções de realidade aumentada comercialmente disponíveis para uso em procedimentos guiados por imagens.

Microsoft Hololens 2 Philips Azurion

“A transição da cirurgia aberta para os procedimentos guiados por imagem levou a uma mudança sísmica na melhoria dos resultados dos pacientes e na redução de custos – não menos importante, reduzindo drasticamente o tempo que um paciente fica em um hospital após o procedimento”, disse Atul Gupta, MD. Diretor Médico para Terapia Guiada por Imagem na Philips e um radiologista intervencionista e de diagnóstico. “Em nossa plataforma Azurion, integramos uma variedade de fontes de dados de maneira intuitiva para entender e controlar. Ao colaborar com a Microsoft e o HoloLens 2, podemos levá-lo ao próximo nível, imergindo o médico em um ambiente de realidade aumentada sob medida. Este conceito permite-me ver o mundo real sobreposto com os dados ao vivo e imagens médicas 3D necessárias para orientar a nossa terapia de precisão, e também permite controlar Azurion com reconhecimento de voz, rastreamento ocular e gestos avançados. É tudo sobre manter o foco no paciente ”.

“A realidade mista está dando às pessoas novas formas de interagir com o mundo digital e físico, trazendo os benefícios da revolução digital para experiências totalmente novas em todo o mundo”, disse Alex Kipman, membro da equipe técnica, AI e Mixed Reality da Microsoft. “Estou entusiasmado por ver as empresas de uma ampla gama de indústrias alcançarem mais usando os produtos que construímos com nossos parceiros e ecossistema. A realidade mista tem um grande potencial em saúde, e nossa colaboração com a Philips mostra como esse potencial já está começando a se concretizar ”.

A Microsoft apresentou o HoloLens 2 em 24 de fevereiro no MWC Barcelona. O HoloLens é um computador holográfico independente que possibilita a interatividade mano-a-mano com objetos digitais tridimensionais. O HoloLens 2 baseia-se na tecnologia inovadora da HoloLens e é ainda mais imersivo, mais confortável e oferece mais valor diretamente da caixa. Complementado por serviços existentes e novos de nuvem da Microsoft Azure e com AI integrada, o HoloLens 2 é o dispositivo de realidade mista mais avançado do mercado.

Desde o seu lançamento global em fevereiro de 2017, mais de meio milhão de pacientes foram tratados em mais de 80 países usando a plataforma Azurion, que é alimentada pelo ConnectOS (proprietário da Philips), que combina inovações técnicas em software e hardware. O ConnectOS permite a integração de inovações digitais avançadas na plataforma Azurion. A Philips anunciou anteriormente que está desenvolvendo uma solução de realidade aumentada para procedimentos de coluna, crânio e trauma.

HoloLens 2 com Philips Azurion

A inovação é fundamental para a estratégia de crescimento da Philips em tecnologia de saúde, e a empresa gasta aproximadamente 1,8 bilhões de euros anualmente em pesquisa e desenvolvimento. Nos últimos anos, a Philips intensificou significativamente suas atividades em software, machine learning, inteligência artificial e ciência de dados. Hoje, cerca de um em cada dois dos profissionais de P&D da Philips está ativo nesse campo. A Philips desenvolveu com sucesso a plataforma HealthSuite, uma estrutura digital comum que conecta consumidores, pacientes e provedores de serviços de saúde em um ecossistema de dispositivos, aplicativos e ferramentas conectados à nuvem.

[ Philips ]

Menu